domingo, 3 de fevereiro de 2019

:: O campeonato invisível






































     Hoje é a estreia do Vozão no campeonato estadual, mas nós não vamos nos reunir na Embaixada.

    À exceção dos que estarão presentes no Castelão, ninguém vai assistir a partida.

    Nada na televisão aberta, fechada, pay per view ou internet.

   Os alvinegros que moram na capital federal, aqueles que moram no interior do Estado, em outros Estados ou até noutros países ficarão privados de acompanhar seu time do coração.

  Depois de nos acostumarmos com a transmissão via Esporte Interativo, é difícil acreditar que teremos que retornar ao passado, às transmissões via rádio como única opção. Em pleno 2019.   

  Mérito de quem?  Do amadorismo reinante no futebol cearense. Clubes, federação, televisão...enfim.

  O que interessa é que, no ano em que temos 2 clubes na série A do Campeonato Brasileiro, ninguém entrou num acordo e viabilizou a transmissão de todos os jogos do Vozão para todo o Brasil.

 Enquanto isso, ontem, o Sportv transmitiu a série A2 do paulistão. Hoje, o Premiere está transmitindo Patrocinense x América/MG, Mirassol x Guarani, Bragantino x Ponte Preta.

 Campeonato catarinense, goiano, baiano e pernambucano também tem jogos transmitidos no Premiere. O paranaense fechou com o site Livefc. 

E nós? Nós temos a "desculpa" de que o time X não liberou a transmissão ou que o jogo é na capital do Estado e a TV tiraria público do estádio (como se isso não fosse comum em outros Estados ou fosse impossível liberar o sinal apenas para o interior e resto do país). 

Enquanto isso, nós, que tanto lutamos contra a "cultura dos mistos" e para promover o nome do Vozão fora do Estado, somos obrigados a ver outros times ocupar nosso espaço no domingo à tarde, captando torcedores, patrocinadores e expondo suas marcas, dominando a mente e os corações de alguns cearenses. Estes acabam por optar por outro time, dividindo atenções com o Ceará (o famoso "misto") e, às vezes, até abandonando o time da terra natal.

Afinal de contas, "quem não é visto, não é lembrado!"

Quanta incompetência! Que vergonha!

Só nos resta lamentarmos a miopia e falta de profissionalismo dos responsáveis pelo futebol cearense. 

"Parabéns" a todos os envolvidos! 

0 comentários:

Postar um comentário