segunda-feira, 24 de agosto de 2015

:: Fala, Embaixador!!!




   Reservamos no nosso blog um espaço para que, após cada jogo, um embaixador do Vozão exponha sua opinião sobre a partida.
    
   Após o partida deste sábado, Victor Ariel, analisou a vitória alvinegra da seguinte forma:

"Finalmente, o esforço em campo foi recompensado. Depois de tantos jogos sem a tão desejada vitória, ela chegou em porangabussú coroando o empenho de cada jogador alvinegro. É bem verdade que poderia ter sido uma vitória mais tranquila, no entanto, não foi o que vimos: um time, como já dito, aguerrido, porém, nervoso e ansioso pelo resultado que significaria a alavancada; e, de fato, significou. Analisando como torcedor, admirável tanto empenho e compromisso; como crítico de futebol, falta de uma estratégia adequada para a partida. Demasiadamente arriscado entrar com um time tão ofensivo, com 4 atacantes durante os 90 minutos, e tão vulnerável defensivamente, levando em consideração uma equipe que, simplesmente, só não levou gol em apenas uma das que disputou da série B. Assim, vimos que ainda temos sérias deficiências defensivas, que muitos, erroneamente, tendem a culpar zagueiros ou volantes sem perceber que a capacidade defensiva de um time, no futebol moderno, começa no ataque, seja criando e/ou fazendo gols, seja na contenção das jogadas. E, hoje, não temos mais Marinho e Assisinho, que faziam muito bem esse papel e que, de certa forma, desafogavam o tão sobrecarregado sistema defensivo alvinegro. Temos Júlio César, Mazola e Rafael Costa que, apesar de significar uma grande evolução ao elenco, não têm essas características. Por isso afirmo, sem medo de errar, que, apesar da fase, não podemos abrir mão de um sistema defensivo eficiente, precavido e, sobretudo, compacto; que não obriga seus volantes, a todo tempo, se deparar com 3 jogadores adversários trocando passe em sua direção, como aconteceu nos 2 últimos gols sofridos hoje. Isso faz com que a torcida pegue no pé de volante A ou zagueiro B sem perceber onde está o verdadeiro erro. Eu diria que o primeiro deles é falta de peças de reposição, principalmente meias e volantes, que tem como consequência uma escalação deficiente. No fim das contas, verificamos que, apesar das melhoras no elenco, ainda faltam algumas peças e que estas têm resvolantesm jogos abaixo do esperado. Romantizar uma vitória, que veio com uma boa dose sorte, não é o caminho para a redenção; enxergar os erros, que ainda existem e não são poucos, é o verdadeiro caminho para que o time deslanche. Então alvinegros, além de observarmos e sanarmos os erros, precisamos, mais do que nunca, retribuir o empenho visto nos últimos jogos apoiando todos os jogadores em todos os momentos daqui pra frente. Isso pode ser determinante para a volta de um time vitorioso, que é o que todos desejamos." 

0 comentários:

Postar um comentário