domingo, 2 de agosto de 2015

:: Fala, Embaixador!!!



 Reservamos no nosso blog um espaço para que, após cada jogo, um embaixador do Vozão exponha sua opinião sobre a partida. 
    
   Após a partida de ontem, John Jackie, o "futuro diretor de futebol do Ceará", analisou a peleja da seguinte forma:

Bragantino 3x0 Ceará, o jogo pra arregalar os olhos...da diretoria.
    Para o torcedor, sempre movido primeiro pela emoção, o jogo contra o Bragantino seria o da segunda vitória seguida fora de casa e da retomada de um time próximo ao do Campeonato do Nordeste.

Mas como seria?

No jogo anterior contra o ABC o que vimos em campo foi um time tentando se organizar, recuado, quase dizendo essa eu não perco e se der eu ganho. E foi o que aconteceu. Vencemos.
O de ontem precisava ter sido da mesma forma, com a mesma estratégia e não foi.

Antes alguns pontos precisam ser analisados pela diretoria de forma muito séria e algumas respostas precisam ser dadas de forma urgente ao torcedor.

A diretoria era conhecedora de propostas para Samuel Xavier, Magno Alves e Marinho? Sim. Estava disposta a negociá-los? Sim. O objetivo antes da competição se iniciar era subir pra primeira divisão? Sim.

O que fazer então pra alcançar o objetivo? Substituir os jogadores negociados por outros de mesmo nível ou melhor.

E isso a diretoria fez? Infelizmente não.

Faltou dinheiro pra fazer isso? Não. Faltou competência.

E tá na hora da diretoria corrigir o que fez. Vai encontrar mais dificuldades por culpa exclusivamente sua. Não contratou na hora certa e agora vai pagar mais caro e o tempo pra errar é diminuto, ao contrário se tivesse feito isso lá atrás, na hora certa.

A torcida do Ceará não quer saber quanto rendeu ao clube as liberações de Magno Alves, Samuel Xavier, Marcos Aurélio, William, Marinho, Sandro Manoel, em multas ou economias salariais, mas é preciso ser dito por exemplo quanto custa ao clube jogadores como Roniery, Victor Luis, Baraka, Rodrigo Silva, Fabinho, Siloé, Vinicius, Muller Fernandes.

Será, diretoria, que os salários desses jogadores, que deveriam estar pagando pra jogar no Ceará, junto com as economias e as multas rescisórias não dariam pra ter contratado apenas 4 ou 5 jogadores de qualidade que pudessem ter melhorado a equipe Campeã do Nordeste?

Qualquer torcedor sabe que sim. A diretoria ainda não abriu os olhos. Obrigado Bragantino, por dar mais um alerta a essa diretoria que parece apenas ainda estar fazendo conta do dinheiro que economizou e entrou no clube no ano de 2015.

Ainda temos tempo de sair dessa situação e evitar a pior tragédia nos 101 anos do glorioso Ceará Sporting Club. Abrir os olhos apenas não serve diretoria, agora só serve se arregalar os olhos e mostrar que o sangue no olho é alvinegro. Eu acredito e não desisto porque a tua glória é lutar, Ceará.

0 comentários:

Postar um comentário