domingo, 8 de dezembro de 2013

:: A despedida do irreverente poeta

   "A hora do encontro é também despedida. A plataforma desta estação é a vida". Milton Nascimento e Fernando Brant.

EV 2013 -DSC03023

EV 2013 -DSC03004

 

     Jorge Piero, o irreverente e alvinegro poeta está de partida. No sábado, 30 de novembro, como se não estivesse indo embora, ele participou de todas as atividades na Embaixada, mangou, arengou, fez caretas, brincou, sacaneou, jorgepierou... fez mil estripulias. O filho do seu Mundinho, de tantas histórias, vai deixar uma lacuna nas nossas reuniões. O panapleu está voltando para a capital cearense, onde - por certo - animará um milhão de amigos, gente do peito que ele colecionou ao longo da vida.

    É um momento especial para a Embaixada. Especialíssimo. Perdemos um presepeiro de marca maior. Um fela da gaita, como diriam os mais antigos. Uma pena. Sentiremos a sua falta. Quem vai, agora, colocar ânimo na turma quando os resultados forem adversos? Quem vai auditar os sorteios, com aquela cara carrancuda de Charlie Chapin? E quem vai agora narrar os gols em árabe? Mas não se espantem:! Embaixadores, quando vocês estiverem na capital cearense passando perto de algum boteco animado e ouvirem um potente grito de Tarzan, podem entrar que o Jorginho estará lá de braços abertos para recebê-los. Tem prosa (e verso) para um dia inteiro. Semanas.

    EV 2013 -DSC03098

EV 2013 -DSC03099

EV 2013 -DSC03100

EV 2013 -DSC03097

           Até breve, amigo querido! Não o esqueceremos. A saudade vai ficar, mas a certeza da sua felicidade é o nosso maior prazer.  Cuide-se bem e lembre-se sempre que pode contar conosco em qualquer ocasião! A Brasilha é de todos nós. A Embaixada continuará sendo a sua casa aqui no Planalto Central! Até breve, amigo!!!

1 comentários:

Unknown disse...

você me matam de emoção, seus felas da gaita! um beijo, minha gente!
jorge pieiro

Postar um comentário