quarta-feira, 22 de maio de 2013

:: Entrevista: Mota descarta rótulo de 'herói do Tri' e critica declarações de Luiz Carlos.

Bruno Balacó brunobalaco@opovo.com.br

Foto: FCO Fontenele

Mota marcou os dois gols do Ceará na finalíssima do Estadual

Na hora da decisão, Mota fez a diferença. O jogador deixou sua marca nas duas semifinais contra o Fortaleza e marcou ainda os dois gols do Ceará na final contra o Guarany de Sobral, inclusive o gol anotado na Arena Castelão, no domingo passado, que valeu o tricampeonato cearense ao time.

Apesar do protagonismo na reta final do Estadual, Mota adota a política de 'pés no chão' e recusa o rótulo de 'Herói do Tri'.

"Eu não me considero o herói do tri. A equipe do Ceará mostrou, no segundo jogo, um volume de jogo espetacular. O grupo todo é um herói", comentou o camisa 9, em entrevista exclusiva ao programa Trem Bala, da TV O POVO, desta quarta-feira.

No bate-papo de cerca de 30 minutos, o jogador respondeu a perguntas de internautas. Destacou que, atualmente, mesmo com a boa fase ofensiva, vem atuando mais com um 'quatro homem de meio-de-campo'. "Já era assim com o PC Gusmão. Com o Leandro Campos vem sendo a mesma coisa", declarou.

Sem papas na língua, o ídolo alvinegro criticou as declarações do atacante Luiz Carlos, no Guarany de Sobral que, entre outros comentários, disse que o "Castelão era campo neutro" na final.

"Luiz Carlos é um jogador que falou muito. Ele faltou com respeito ao Ceará. E como torcedor, acho que ele não tem moral nenhuma pra falar do Ceará", comentou Mota, que deixou claro que não gostaria de atuar ao lado do jogador. Por outro lado, o ídolo alvinegro citou que, se pudesse escolher um jogador para reeditar parceria, citou Iarley, hoje no Paysandu.   

Assista a entrevista do jogador no programa Trem Bala na TV.

PARTE 1

PARTE 2


PARTE 3

0 comentários:

Postar um comentário