sexta-feira, 15 de junho de 2012

:: Lembram do Josué?


    Os alvinegros mais antigos devem lembrar do meia baixinho e rápido Josué.  Filho de José Domingos de Mendonça e da dona Eunice Domingues de Mendonça, Josué Mendonça é natural de Fortaleza e atualmente é diretor da Associação Esportiva Tiradentes.

    O ex-meia alvinegro começou no Rac Atlético Clube, um time lá do conjunto prefeito José Walter. Destacou-se e passou a atuar pelo Canarinho, quando chamou a atenção dos olheiros do Fortaleza. No melhor da sua forma, foi contratado pelo Ceará, passando depois pelo Remo, Goiás, Inter de Limeira, América de Natal, Uruburetama, Atlético de Cajazeiras e IV de Julho de Piripiri/PI, onde encerrou sua carreira no ano de 2000.

    Entre os títulos conquistados estão:

    Fortaleza (Bi-campeão),
    Ceará (Tetra-campeão),
    Goiás (Tetra-campeão e vice-campeão brasileiro),
    Inter-Limeira (Subiu para a primeira divisão),
    América Natal (vice-campeão),
    Atléticas Cajazeiras (vice-campeão),
    IV de Julho (Vice-campeão),

    Josué marcou 182 gols na carreira. O gol mais bonito, segundo a sua avaliação, aconteceu no campeonato goiano, quando atuava pelo Goiás, na partida final contra o Goiânia, quando fez o gol do titulo após driblar três zagueiros e o goleiro. Este gol, além de bonito e importante, foi eleito o gol do Fantástico daquele domingo.

    Segundo o jornalista Irapuan Monteiro, a maior alegria de Josué foi quando assinou o seu primeiro contrato de profissional com o Ceará Sporting Club. Após realizar o sonho, saiu mostrando o contrato para todos os amigos.

    Como jogo inesquecível, Josué elegeu o confronto entre Flamengo x Ceará, no Maracanã, logo após o retorno do Zico da Udinese. Com o Maracanã lotado, o Vozão empatou em 2X2, com os gols  do Vozão sendo marcados por Anselmo e Katinha. Neste jogo, Josué foi escolhido pela crônica carioca como o melhor atleta do jogo.

      A decisão do Arrastão de 1984

    O vídeo mostrado acima registra imagens da partida contra o Guarany de Sobral, no Castelão, quando vencemos por 2x0, gols de Katinha e Anselmo. Era a decisão do segundo turno e como havíamos vencido o primeiro, ganhamos mais um título Arrastão.

    Evandro - De 1984 para cá, muita coisa mudou. Evandro Leitão, por exemplo, era apenas um torcedor de arquibancada. Evandro fazia parte da diretoria do Carrossel Alvinegro, torcida organizada marcada pela festa que fazia com muitas bandeiras, fogos de artifícios e nenhuma violência.

    Josué fazia parte deste time, que tinha Carlos Alberto Zanata no comando da equipe. A base do timaço de 1984 era Rafael; Alexandre, Djalma, Argeu e Bezerra; Caçapava, Lira e Assis Paraíba; Katinha, Anselmo e Josué, Contava ainda com o goleiro Samuel, o lateral direito Everaldo, o zagueirão Lula Pereira, que acabou disputando a partida final no lugar de Argeu e o atacante Volney.

1984 - vozao bicampeao

    O time da final de 1984: Alexandre, Rafael, Lula, Djalma, Caçapava e Bezerra. Agachados: Katinha, Lira, Anselmo, Assis Paraíba e Josué.

1 comentários:

Zurc disse...

A imprensa cearense chamava Josué pelo carinhoso apelido de "Soldadinho de Chumbo".

Postar um comentário