quarta-feira, 11 de abril de 2012

:: O racha tem regras?

image

    Mas é claro! Oura que pergunta!

    Obviamente que o campo da Casa do Ceará tem bom gramado, traves, o escambau... Mas no Brasil, há 7 campos para cada esquina - uns menores outros maiores, alguns são no meio de ruas e tem as traves em forma de chinelo. Alguns tem linhas, em outros a linha é imaginária, e geralmente imaginária para aquele que gritar mais alto.

    Abaixo, a seguir, podemos definir algumas características de um racha, pelada, baba...

    Campo – Qualquer espaço maior que o seu quarto já é o suficiente. Iluminação e conforto são itens que podem ser dispensados. O relevo varia. Vai desde um campo de futebol propriamente dito até um terreno baldio não necessariamente plano, geralmente cheio de barro, ou em plena rua; seja esta asfaltada, proto-asfaltada, totalmente esburacada, coberta por paralelepípedo, de areia, etc. Já o tamanho dos gols é decidido na base da gritaria negociação entre os times, quando não houver traves no “campo”.

    Número de Jogadores – Indefinido. Depende muito do espaço disponível, das condições climáticas e da disponibilidade de tempo, pois nem todo mundo é tão disponível como você. Preferencialmente, necessita-se de um número par de jogadores, mas como sempre um dos times tem um jogador diferenciado, o outro fica com um jogador a mais, geralmente aquele que tem o menor potencial futebolístico.

    Formação das Equipes – Às vezes se dá por afinidade, porém geralmente é feito um sorteio segundo os mais diferentes critérios, geralmente apelando para metodologias infantis, como par ou ímpar, 2 ou 1, entre outros. Logicamente, você será o último a ser escolhido e, impreterivelmente, será mandado para o gol, pois dessa forma a parte ofensiva do time pode compensar os frangos que você levar.

    Tempo de Jogo – Totalmente indefinido, mas geralmente acaba quando um dos “times” fizer o terceiro gol pra todo mundo poder jogar. Se você for um gordo, provavelmente permanecerá em campo aproximadamente durante cinco minutos. Outro fator relevante é a influência climática. A chuva, muitas vezes, impede o seguimento de uma partida. Ou, em alguns casos, provoca a economia de água nas casas dos jogadores ou até torna a partida mais divertida. Caso o varzeano já for casado, dificilmente jogará, e, se jogar, a sua mulher lhe dará uma suspensão por vários jogos até que você aprenda a não deixá-la de lado.

    Arbitragem – A marcação de faltas e demais irregularidades se dá através da milenar técnica do grito. Não há nenhuma punição formal como cartões, mas há, geralmente, uma punição extracampo para o transgressor que agir como o doidim que der aquela bicuda malvada na canela do amiguinho.

    Plateia – Varia, de acordo com os dois primeiros quesitos. Se você for uma criança , sua mãe e uma cinta serão prováveis espectadoras. Caso você seja cabra ômi , sua partida poderá ser acompanhada por bêbados, por moças que gostam de futebol, pelo seu filho, ou provavelmente você vai estar assistindo o jogo de uma posição totalmente privilegiada: o banco de reservas, só esperando o jogo acabar pra você entrar na próxima partida, já que chegou e gritou “PRÓXIMO”.

    Regras Gerais

    (1) Nenhum campinho do Brasil deve ter rede nas traves.
    (2) A única regra sobre faltas é que não há faltas, simplesmente segue o jogo.
    (3) Sempre haverá jogo, independentemente do número de jogadores.
        3.1 - A partir de 5 jogadores, já tem correria. Já rola jogo.
        3.2 – Com 4 jogadores se joga a famosa “duplinha”.
        3.3 – Com 3 jogadores temos o clássico e divertido “3 dentro 3 fora”.
        3.4 – Só você e seu amigo? Com 2 jogadores faça um “gol a gol”
        3.5 – Só você e a bola? Ficarás chutando a bola na trave até cansar, após irá pra casa jogar PS.

    (4) Não importa qual o placar da partida, se alguém grita "QUEM FIZER GANHA!", imediatamente a bola vai ao centro do campinho e se começa uma final de copa do mundo.
    (5) O jogo termina quando;
        5.1 - Anoitecer, pois raros campinhos tem iluminação.
        5.2 - O dono da bola for embora, geralmente irritado pois estava perdendo.
        5.3 – Sua esposa ou namorada chamar você.
        5.4 – A bola furar.
        5.5 – A bola cair no patio do vizinho, que tem 13 pitbulls.

    (6) Não existem faltas diretas, sempre (eu disse SEMPRE) é dois toques.
    (7) Gols e lances duvidosos, serão decididos pelo método da gritaria, ou lei do mais forte.
    (8) Se você for ruim, você vai pro gol.
    (9) Se não tiver linhas no campo, então não há área, e se não tem área então não há pênalti, mesmo que a falta seja do lado da trave, não é pênalti, é falta e é dois toques.
    (10) Se você é o mais forte, o mais velho, o dono da bola e o campinho é na frente de sua casa, você inventa as regras.

    Algumas frases sempre ditas em uma pelada:

    - É minha!
    - Deixaaaaa!
    - É nossa!
    - Como nossa? Se eu chutei em ti?
    - Quem rouba perde!
    - A corrida é onze!
    - Tiraram o dedo!
    - Sou o último a ir no gol.
    - Não saiu não! Tu é cego é?
    - Não vale bomba.
    - Gol? Passou por fora da trave.

    Esquece não, máh!

    Data: Neste sábado (14/04)
    Local: Casa do Ceará (SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte)
    Horário: 16h, mas é bom chegar umas 15:30
    Valor: o aluguel do Campo (R$ 100,00/hora) será dividido entre os racheiros.

0 comentários:

Postar um comentário