domingo, 15 de abril de 2012

:: Bomba: Fortaleza poderá perder até 51 pontos

image
    Olha só a matéria publicada na noite deste domingo no site vozao.com:

    Uma notícia promete ter uma grande reviravolta no campeonato Cearense de 2012. O famoso caso Guto parece ter um desfecho importante, e que deve dar um prosseguimento jurídico até o fim do campeonato. Segundo informações, o contrato firmado pelo atleta com o Fortaleza estaria irregular perante a Lei Pelé, o que ocasionaria em sua não legalidade, e por consequente, a perda de pontos pelo clube, que colocou o jogador irregular.

     As informações que constam ao site Vozão.com seria que o departamento de futebol do clube tricolor teria protocolado o contrato do jogador como um aditivo ao contrato já pré-existente. Até aí tudo bem, porém segundo consta a Lei Pelé, em seu art. 29, um atleta profissional só pode firmar um contrato de até 5 anos no futebol brasileiro, e esse aditivo ao novo contrato teria sido feito por mais um ano, configurando em um contrato no total de 6 anos, invalidando o contrato do atleta atual.

     Procurando advogados ligado ao direito desportivo, o Vozão.com chegou à resposta que o Tricolor deveria fazer somente duas coisas: Ou rescindiria o contrato anterior e criaria um novo, ou esperaria o contrato anterior se esgotar e se faria um novo. Em nenhum momento o aditivo estaria cabível, pelo fato de nesse caso, configurar um contrato de 6 anos, o que anularia o contrato em vigência.

     Outra questão importante e que deve ser levada em consideração é que dessa forma o contrato do atleta invalidado, Guto passa a ter somente um contrato com validade assinada, o com o Vozão, devendo assim o mesmo cumprir o seu contrato com o clube de Porangabussú, sendo legalmente atleta do Alvinegro.

     Dessa forma o atleta tricolor teria jogado sem contrato, o que faz com que qualquer clube do campeonato possa fazer a reclamação jurídica em cima do problema. Crateús e Ferroviário devem entrar com o pedido ao TJDF nesta semana. Resta saber se lá as coisas se resolverão na esfera jurídica ou clubística como é de costume.

3 comentários:

Zurc disse...

Só acredito em qualquer punição se vier de fora do estado, via CBF/STJD (se depender da Federação Fortalezense de Futebol o Stella nunca será punido). Pela Copa do Brasil, por exemplo, o Comercial/PI pode pleitear a vaga.

Anônimo disse...

E o Náutico, que levou a goleada, também é interessado no caso.

Anônimo disse...

gostaria de estar vivo pra ver as leoninas do pici punidas.

Postar um comentário