quinta-feira, 4 de novembro de 2010

:: Evandro critica Deputado na partida diante do Flamengo.

image

    Em contato com o site Vozão.Com, o presidente do Ceará, Evandro Leitão, rebateu as críticas do Dep. Estadual Gony Arruda com relação a sua pessoa, e com a organização da partida. Para Evandro, a atuação do Deputado não é digna de um parlamentar cearense, que na sua opinião deveria estar lutando pelo esporte local, e não pelo de outros estados.

    "Vivemos num país democrático, e cada população escolhe seus parlamentares, porém na minha opinião, um Deputado Estadual deve prezar e defender o esporte de seu estado. Ir à tribuna para defender agremiações de outras federações é no mínimo um ato de desrespeito com o povo cearense, que o elegeu", esclareceu Evandro.

    O presidente do Ceará foi claro e continuou afirmando da dificuldade que é manter o Vozão na série A. "Isso é só para o torcedor do Ceará ter idéia, e saber que ele só tem a ele mesmo. Nem em nosso estado, não tem quem nos defenda. Até os nossos parlamentares são contra nós, então fazer o quê? Lutar contra, e podem ter certeza, que isso o nosso torcedor sabe fazer", afirmou Evandro.

    O presidente ainda rebateu as críticas de Gony Arruda, que afirmou que não teve diálogo com o Ceará. "Negativo, tivemos todo o diálogo, e fizemos cumprir o que o regulamento da competição manda, que é ceder um espaço no estádio para a torcida visitante, e 10% da carga total de ingressos. Não fizemos nada contra a lei", disse Evandro.

    Féqui - Com relação a comparação do Deputado, em afirmar que contra o Fortaleza, o tratamento era diferente, onde o outro clube local deixava dividir o estádio meio-a-meio com as demais torcidas de outros estados, o presidente do Vozão foi claro. "Aí por fora não existe isso. Porém faço uma proposta para o nobre Deputado: se ele me conseguir um ofício da Polícia do RJ, e do presidente do Flamengo dizendo que na próxima partida lá, no Rio, contra o Ceará, o Maracanã estará dividido meio-a-meio com nossa torcida, e na nossa metade não devendo constar um sequer torcedor do Flamengo, mesmo que não tenha torcedores do Ceará lá, pode ter certeza que a gente pensa na possibilidade de dividir o estádio. Isso é a lei da reciprocidade", disse o dirigente.

    Eita presidente véi pai d'égua!

0 comentários:

Postar um comentário