domingo, 24 de outubro de 2010

:: Tiramos o chapéu para Rogério Ceni

    Nós, que fazemos a Embaixada do Vozão em Brasília, tiramos o chapéu para o goleirão Rogério Ceni. O seu belo gesto de realizar o sonho do menino Carlos Ronei, 13 anos, que não tem os membros inferiores, emocionou a todos na Embaixada e no estádio Castelão.  

   Após carregá-lo nas costas, sob aplausos de todos os torcedores, Ceni fez diversas cobranças de pênalti e, ao final, deu de presente ao garoto o seu par de luvas reserva. Ao final, disse ao menino algumas palavras de incentivo.  

    Um gesto simpático do goleiro, que serve pra gente fazer uma comparação com o atacante mascarado do Santos, o tal de Neymar.

     Ídolo é ídolo. O resto é o resto.

0 comentários:

Postar um comentário