domingo, 26 de setembro de 2010

Imprensa sulista: sempre foi, é e sempre será discriminatória

0002047869692_img_thumb[2][1]

    O site do Vozao.com abordou, em editorial deste domingo, o trabalho da imprensa sulista com relação aos times do Nordeste ou de região menos "conhecidas" da imprensa do sul/sudeste. O texto descreve as opiniões dos jornalistas, traduzidas nas manchetes dos seus jornais.

    Na partida entre Cruzeiro x Ceará, jogo realizado em Minas Gerais, a atuação do trio de árbitros foi um desastre. Todo mundo viu. Inclusive os repórteres (narrador e comentarista) que cobriam a partida para o PFC. E no entanto, nenhuma linha na imprensa escrita foi dispensada à atuação do árbitro sergipano.

    Neste sábado, o Vasco da Gama foi derrotado pelo Guarani de Campinas com gol de pênalti um pouco discutível, mas nem de longe comparado aos dois impedimentos marcados pelos assistentes no jogo do alvinegro contra o Cruzeiro. E o que se viu foi uma chiadeira geral, porque o Vasco - que é do Rio de Janeiro - poderia estar sendo garfado.

    Para se ter uma idéia da discriminação, veja abaixo as manchetes de jornais/sites do Sudeste em relação às duas partidas:

   Globo Esporte:

   - Cruzeiro x Ceará - Com a força dos argentinos, Cruzeiro bate o Ceará por 2 a 0, em jogo difícil

    - Guarani x Vasco - Juiz erra, e Vasco perde para Guarani

    UOL:

    - Cruzeiro x Ceará - Dupla argentina marca no final, e Cruzeiro bate Ceará e é vice-líder.

    - Em pênalti discutível, Guarani derrota o Vasco em Campinas.

    Como se vê, a imprensa sulista é assim. Sempre foi assim e sempre será.

0 comentários:

Postar um comentário