segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Curiosidades sobre Dimas Filgueiras

100911 - Dimas Filgueiras

    Dimas Filgueiras, como jogador do Botafogo, atuou pela Seleção Brasileira no Pré-Olímpico de 1964 no Peru e classificou o Brasil para a Olimpíada de Tóquio. Sob o comando do técnico Antoninho, os resultados foram: Brasil 2 x 0 Chile; Brasil 1 x 1 Colômbia; Brasil 3 x 1 Equador. Detalhe: durante a Olimpíada, Dimas integrou a delegação Brasileira em Tóquio, mas não atuou porque estava contundido.

    A base da seleção brasileira era:

    Florisvaldo [Botafogo]
    Mura [Botafogo]
    Zé Luiz II [Fluminense]
    Valdez [Fluminense]
    Dimas [Botafogo]
    Íris [Fluminense]
    Ivo Soares [Flamengo]
    Edinho [Fluminense]
    Nélio [Fluminense]
    Evaldo [Fluminense]
    Othon [Botafogo]

    Técnico: Vicente Feola

    Em 1972 Dimas defendia o Botafogo do Rio e foi trazido pelo Fortaleza. O time tricolor formava naquela época com Lulinha (Cícero), Louro, Biluca, Dimas Filgueiras e Pedro Basílio; Chinezinho (Serginho) e Zé Carlos; Amilton Rocha, Miguel, Leônidas e Nado. Em 1973 e nos anos seguintes, o Ceará foi lá e catou oito atletas desse time aí: Lulinha, Louro, Dimas Filgueiras, Pedro Basílio, Serginho, Amilton Rocha, Miguel e Nado.

    Dimas sofreu há alguns anos um grave acidente de carro, mas agora está bem. Ele corre 12 km todo dia. Desempenho de atleta. Ótimo. Além disso, o retorno ao comando técnico do Ceará contou com o apoio de sua família, fator fundamental.

0 comentários:

Postar um comentário